quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Se me esqueceres

Ilustração Natalia Bronnikova


Se me esqueceres
Quero que saibas
uma coisa.

Sabes como é: 

se olho
a lua de cristal, o ramo vermelho
do lento outono à minha janela,
se toco
junto do lume
a impalpável cinza
ou o enrugado corpo da lenha,
tudo me leva para ti,
como se tudo o que existe,
aromas, luz, metais,
fosse pequenos barcos que navegam
até às tuas ilhas que me esperam. 

(...)


Pablo Neruda - 
in "Poemas de Amor de Pablo Neruda"
Postar um comentário

Seguidores

Maukie - the virtual cat